O Benfica manteve hoje o registo avassalador com equipas francesas nas taças europeias de futebol na Luz, onde nunca perdeu e só cedeu quatro igualdades, tendo somado a 11.ª vitória, por 2-1, face ao Lyon.

Rafa, aos quatro minutos, e Pizzi, aos 86, apontaram os tentos dos ‘encarnados’, que somaram a 200.ª vitória na Europa, enquanto o holandês Memphis Depay apontou o tento dos gauleses, aos 70.

No final do encontro, em conferência de imprensa, o treinador do Benfica garantiu que o resultado foi justo.

"Tivemos uma primeira parte de grande nível e o Lyon foi melhor na segunda parte, embora sem oportunidades evidentes. Por aquilo que foram as duas partes, pelas nossas oportunidades, somos uns justos vencedores", começou por dizer.

Quanto à estratégia para o jogo, Bruno Lage admitiu que "era muito simples, com estratégias dinâmicas nos corredores, ter Rafa com espaço entre linhas e jogar à vontade. Isso aconteceu de forma perfeita pela forma como entrámos no jogo e chegámos ao golo. Sem o Rafa [substituído aos 20 minutos, por lesão], mudámos de jogadores, mas tivemos boas oportunidades e bons movimentos."

"Estamos a jogar numa competição de grande exigência. Fizemos uma primeira parte fantástica e depois o Lyon teve de reagir e nós fomos perdendo velocidade e a capacidade de criar instabilidade no adversário. Sabemos a exigência de jogar no Benfica e é importante a alegria e a festa dos adeptos depois desta vitória", acrescentou.

Por fim, Bruno Lage lembrou que o objetivo do Benfica era conseguir "uma reentrada forte, vencer o Cova da Piedade, o Lyon e agora segue-se o Tondela. Sabíamos da importância do jogo e que tínhamos de pontuar. Estamos na luta, com três pontos."

Confira a conferência de imprensa de Bruno Lage.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.