O Benfica entrou a perder na Liga dos Campeões, novamente contra uma equipa alemã, e está no último lugar do Grupo G. Timo Werner marcou os dois golos do Leipzig, já no decorrer da segunda parte, enquanto Seferovic reduziu para os 'encarnados' oito minutos depois de entrar em campo (84').

Num onze inicial com várias novidades, o destaque vai para o jovem Tomás Tavares, que fez a estreia absoluta com a camisola da equipa principal do Benfica, substituindo André Almeida no lado direito da defesa. Franco Cervi, que ainda não tinha somado qualquer minuto esta época, relegou Rafa para o banco, enquanto Jota (estreia a titular na Liga dos Campeões) entrou para o lugar de Seferovic, fazendo dupla de ataque com Raul de Tomas.

No lado do Leipzig, Julian Nagelsmann fez apenas uma troca na equipa inicial (3x5x2) em relação à partida diante do Bayern: entrou Diego Demme e saiu Lukas Klostermann.

Logo aos sete minutos, o líder da Bundesliga mostrou ao que vinha. Forsberg atirou a bola para o fundo da baliza, mas o árbitro assinalou posição irregular de Timo Werner, que fez a assistência. A equipa ‘encarnada’ teve oportunidade de responder num livre direto à entrada da área (12’), mas Raul de Tomas atirou por cima.

Apesar da pressão alta do Leipzig, o Benfica foi ganhando mais confiança nos processos ofensivos – bem Grimaldo a trabalhar no corredor esquerdo. Aos 29 minutos, após um grande trabalho de Taarabt, Jota lançou Grimaldo em velocidade. O espanhol cruzou de primeira, mas Gulácsi leu bem o lance e segurou o cruzamento - Cervi e Raúl de Tomás já se preparavam para encostar.

O conjunto alemão, por sua vez, nunca desistiu de incomodar a defesa benfiquista. Aos 31’ Taarabt quase isolou Sabitzer, mas Rúben Dias, de carrinho, desarmou o extremo do Leipzig no momento certo. Ao minuto 44, já depois da saída de Laimer por lesão (entrou Haidara), houve novo lance perigoso na área do Benfica, mas o remate de Poulsen acabou por bater em Grimaldo e depois em Ferro.

Ainda antes do intervalo, Raul de Tomas apareceu a cabecear ao segundo poste, após livre na esquerda, obrigando Gulácsi a uma excelente intervenção, e logo a seguir foi a vez de Poulsen atirar de fora da área, com a bola a passar ligeiramente ao lado da baliza de Vlachodimos.

A segunda parte arrancou com uma excelente oportunidade de golo para o Leipzig: combinação entre Werner e Poulsen, com este a tirar o cruzamento na esquerda, mas Vlachodimos evitou o pior com uma grande defesa a tirar o pão da boca a Haidara. Aos 51 minutos, Raul de Tomas respondeu com um remate em jeito de fora da área, mas a rasar o poste.

A equipa alemã continuou a criar perigo, mostrando muita facilidade em chegar ao último terço. Exemplo disso o contra-ataque em superioridade numérica aos 56', com Poulsen a falhar o passe para Sabitzer, que aparecia na meia-direita.

O Benfica voltou a responder aos 61', após uma recuperação de bola de Raul de Tomas no meio-campo ofensivo. O espanhol serviu Pizzi na direita, que ainda precisou de tempo para ensaiar o remate, acabando por atirar à figura de Gulácsi. O camisola 21 das 'águias' voltaria a falhar pouco tempo depois, com um remate cruzado a rasar o poste, após cruzamento de David Tavares - mais um jovem a estrear-se pela equipa principal, saiu Jota.

Com oportunidades de parte a parte, acabou por ser o Leipzig a desbloquear o marcador: Poulsen (69') recebeu de costas para a baliza do Benfica e amorteceu para Werner, que rematou rasteiro para o 1-0.

Os 'encarnados' não baixaram os braços e foram à procura do empate, mas Grimaldo (71') e Cervi (75') não conseguiram bater Gulácsi e acabou por ser o Leipzig a marcar novamente: Sabitzer recebeu em profundidade entre Ferro e Grimaldo e serviu Werner, que encostou para o segundo dos alemães. De referir que o videoárbitro corrigiu depois a decisão da equipa de arbitragem, que tinha invalidado o lance por fora de jogo.

Por esta altura Cervi e Pizzi já tinham dado lugar a Rafa e Seferovic, substituição que acabou por resultar no 2-1, aos 84 minutos: ataque rápido do Benfica com Rafa a surgir pela direita e a assistir Seferovic, que empurrou com o pé esquerdo para o fundo da baliza. O golo do suíço acabou por chegar tarde mais para conseguir outro resultado para as 'águias'.

O Leipzig comanda o grupo G, com três pontos, mais dois do que o Lyon e os russos do Zenit São Petersburgo, que empataram 1-1 no encontro disputado em França.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.