Resumo do Jogo

O Sporting despediu-se ontem da Liga dos Campeões de futebol com uma derrota por 2-0 no campo do FC Barcelona, num encontro em os 'leões' perderam uma boa oportunidade de vencer pela primeira vez em Espanha.

Em Camp Nou, com os catalães a 'meio gás' (Lionel Messi iniciou o jogo no banco), Paco Alcácer, aos 59 minutos, e o francês Mathieu, num lance infeliz, aos 90+1, fizeram os golos do jogo, numa noite que foi desastrada para o holandês Bas Dost.

O avançado, que até começou a partida no banco, 'vítima' da revolução de Jorge Jesus, foi lançado na segunda parte e teve duas grandes oportunidades para marcar, mas falhou sempre no momento chave.

Caso tivesse aproveitado as oportunidades, o Sporting poderia ter saído de Barcelona com um resultado bem mais positivo, perante um FC Barcelona que nunca incutiu na partida a habitual intensidade.

Messi começou o jogo no banco

Como era esperado, por ter o primeiro lugar e o apuramento já assegurado, os catalães fizeram descansar as suas principais figuras (Nelson Semedo e André Gomes foram titulares), enquanto o Sporting se apresentou em Camp Nou com um sistema que ainda não tinha utilizado esta época.

Jesus 'sentou' Gelson Martins e Dost e criou uma equipa com três centrais e com Alan Ruiz como homem mais avançado. Piccini juntou-se a Coates e Mathieu, ficando Acuna e Ristovski nas alas.

A nível defensivo, o Sporting até fez uma primeira parte de bom nível, controlando com alguma facilidade as investidas dos catalães, tendo apanhado só um susto, aos 24 minutos, quando Rui Patrício teve que sair aos pés de Luis Suarez, que apareceu isolado.

A nível ofensivo, os 'leões' praticamente não existiram e tiveram muitas dificuldades em sair com a bola controlada. Alan Ruiz passou completamente ao lado do jogo (saiu ao intervalo como já era esperado), acabando Bruno Fernandes a ser o único a conseguir levar a equipa para a frente.

 

Mesmo assim, o médio muitas vezes apareceu completamente sozinho em zonas ofensivas, sendo obrigado a rematar de muito longe, quase em desespero, já que não tinha qualquer linha de passe.

Sem surpresa, Gelson Martins e Bas Dost foram lançados no arranque da segunda parte, para os lugares de Ristovski e Ruiz, respetivamente, e o Sporting ganhou velocidade e intensidade, muito graças a Gelson.

O extremo mexeu com o jogo, com várias arrancadas do lado direito, mas o Sporting acabou traído por um erro defensivo, o primeiro em todo o jogo.

Na marcação de um canto, aos 59 minutos, Paco Alcácer apareceu completamente soltou ao primeiro poste e, sem necessitar de saltar, bateu Patrício

Pouco depois, aos 61 minutos, Messi foi lançado na partida, mas a entrada no argentino culminou com a melhor fase dos 'leões' no jogo.

Bas Dost em maré de azar e um Rui Patrício em grande

A equipa de Jesus passou a jogar mais no meio campo adversário e só não chegou ao empate, porque Dost confiou demasiado na sorte.

Jorge Jesus: "Não jogamos contra uma equipa qualquer"
Jorge Jesus: "Não jogamos contra uma equipa qualquer"
Ver artigo

Bruno Fernandes, com um centro perfeito, assistiu o holandês na área que, completamente solto e à boca da baliza, permitiu a defesa do seu compatriota Cillessen, guarda-redes da equipa da casa. Foi o melhor lance do Sporting em toda a partida.

Com o passar dos minutos, o FC Barcelona começou a esconder mais a bola, mas só aos 82 minutos é que esteve perto de voltar a marcar, com Messi a obrigar Patrício a grande defesa.

As equipas apuradas para os ´oitavos` da Champions e as que cairam para a Liga Europa
As equipas apuradas para os ´oitavos` da Champions e as que cairam para a Liga Europa
Ver artigo

No lance seguinte, outra vez Dost e outra vez o holandês a desperdiçar grande oportunidade. Coentrão, que tinha entrado para o lugar do esforçado Bruno César, assistiu o avançado, que falhou completamente o alvo.

Com o Sporting avançado no terreno, à procura do empate, Mathieu, ex-jogador do FC Barcelona, acabou por fazer o segundo golo da sua antiga equipa, aos 90+1 minutos, num lance infeliz do francês.

Na Grécia, a Juventus quebrou cedo as esperanças leoninas

Zero pontos, zero ideias e um recorde no adeus do Benfica à Champions
Zero pontos, zero ideias e um recorde no adeus do Benfica à Champions
Ver artigo

Mesmo se tivesse vencido pela primeira vez na Catalunha, o destino da equipa lisboeta seria a mesma, já que a Juventus foi à Grécia bater o Olympiacos, por 2-0, juntando-se ao FC Barcelona no lote de apurados do Grupo D. O Sporting cai para a Liga Europa.

O Sporting foi para o intervalo sabendo que a Juventus estava a vencer na Grécia, com um golo de Cuadrado aos 15 minutos.