Dani Parejo e Ezequiel Garay foram dois dos jogadores do Valência a expressarem publicamente a sua indignação pela saída do treinador, Marcelino Garcia Toral. Parejo, que é capitão do emblema 'Che', criticou a direção do Valência pela decição de prescindir dos serviços do treinador.

"Mister, desejo-lhe o melhor. Estou certo de que lhe correrá bem para onde quer que vá, e que lhe deixarão trabalhar. Obrigado por fazer do clube ainda maior, e a mim um melhor jogador", escreveu o médio nas redes sociais.

Também Garay, que já passou pelo Benfica, expressou o seu descontentamento pelo despedimento do treinador, algo que considera não ser justo.

Jogadores do Valência indignados com direção do clube pelo despedimento do treinador
Jogadores do Valência indignados com direção do clube pelo despedimento do treinador
Ver artigo

"Depois de muitos anos contigo (não apenas no Valência) sei a perfeição que és, tanto como profissional como pessoa. Mas não foi apenas comigo, tu já o demonstraste a todo o mundo. Fizeste um percurso limpo, transparente e saudável. Sais pela porta grande mister. Que tomou esta decisão não só te levou a ti, como também arrastou a equipa e os adeptos, algo que faz dizer a alto e bom som: Não é justo", escreveu o central argentino nas redes sociais.

Logo após o despedimento de Marcelino Toral, o Valência anunciou a chegada do treinador Albert Celades, que assinou até junho de 2021. Celades, antigo jogador do Barcelona e Real Madrid, era adjunto de Julen Lopetegui no Sevilha.

Marcelino García Toral, de 54 anos, cumpria no Valência a terceira temporada, depois de ter sido quarto classificado nas duas últimas épocas, com dois apuramentos para a Liga dos Campeões e a conquista da Taça do Rei em 2018/19.

Esta temporada, o clube segue em 13.º lugar, após três jornadas, com uma vitória (com o Maiorca), um empate (com a Real Sociedad) e uma derrota (com o Celta de Vigo).

O clube, que conta com Gonçalo Guedes desde 2017/18, primeiro por empréstimo do Paris Saint-Germain, e, depois, a título definitivo, contratou esta época o lateral Thierry Correia ao Sporting, por 12 milhões de euros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.