O futebolista português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, venceu a Bola de Ouro do France Football de 2017 com mais 276 pontos do que o argentino Lionel Messi, que voltou a ficar na segunda posição.

 

O ‘capitão’ da seleção lusa arrecadou o seu quinto troféu, depois dos conquistados em 2008, 2013, 2014 e 2016, com 946 pontos, contra 670 do jogador do FC Barcelona, que também já venceu o prémio em cinco ocasiões (2009 a 2012 e 2015).

Numa votação exclusiva a jornalistas, de todo o Mundo, que escolhiam cinco jogadores (6, 4, 3, 2 e 1 pontos), Messi também foi um confortável ‘vice’, atrás do brasileiro Neymar (361 pontos), que, no último defeso trocou o ‘Barça’ pelo Paris Saint-Germain, que pagou 222 milhões de euros.

Além de Ronaldo, Messi e Neymar, o veterano guarda-redes Gianluigi Buffon, que não conseguiu conduzir a Itália ao Mundial de 2018, foi o único a repetir presença no ‘top 10’, saltando do nono para o quarto lugar.

Nos 10 melhores, registaram-se seis alterações, quatro delas logo definidas na escolha dos 30 finalistas, face às não nomeações do galês Gareth Bale (sexto em 2016), Riyad Mahrez (sétimo), Jamie Vardy (oitavo) e Pepe (nono).

Ainda saíram o gaulês Antoine Griezmann, que caiu a ‘pique’ do último lugar do pódio para o 18.º lugar, e o uruguaio Luis Suárez, ‘despromovido’ do quatro para o 13.º.

Em sentido contrário, entraram o croata Luka Modric (quinto), o espanhol Sergio Ramos (sexto), o melhor defesa, os franceses Kylian Mbappé (sétimo), de 18 anos, e N’Golo Kanté (oitavo), o polaco Robert Lewandowski (nono) e o inglês Harry Kane (10.º).

Nos lugares imediatos, ficaram o uruguaio Edinson Cavani (11.º), o espanhol Isco (12.º), Suárez, o belga Kevin De Bruyne (14.º), o argentino Paulo Dybala (15.º), o brasileiro Marcelo (16.º), o alemão Toni Kroos (17.º), o belga Eden Hazard )19.º) e o guarda-redes espanhol David De Gea (20.º).

Até ao 30.º lugar, destaque para o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, avançado do Borussia Dortmund, que foi o jogador africano melhor classificado, no 21.º posto.