Um golo de Yano aos 88 minutos, garantindo a vitória do Petro de Luanda sobre o Sagrada Esperança (1-0), acalmou os ânimos dos adeptos do Petro de Luanda, que se encontram descontentes devido aos maus resultados nas jornadas anteriores.

Os “petrolíferos” venceram a formação da Lunda Norte, no estádio 11 de Novembro em Luanda, em partida da quarta ronda do Campeonato Nacional de Futebol da primeira divisão (Girabola).

Apesar de se tratar de um jogo de antigos campeões nacionais - Petro equipa mais titulada (15), Sagrada com apenas um (1) – registou-se pouco público, devido o “divórcio” dos adeptos com a formação da casa, que hoje conquistou a primeira vitória, depois de um empate e uma derrota (os tricolores têm um jogo em atraso).

Cerca de mil espectadores (estádio tem capacidade para 50 mil) testemunharam a primeira vitória da equipa, com muitos protestos durante a contenda, com os poucos adeptos a exigirem a demissão da direção e equipa técnica.

O Petro entrou melhor no jogo, mas logo aos 11 minutos teve uma contrariedade com a lesão do médio ganês Musah, que foi substituído por Kelson, depois de um choque com um adversário.

Apesar da alteração, os “tricolores” não baixaram a intensidade e estiveram próximo de marcar por intermédio de Tony (16 min) e Yano (28), mas falharam o alvo.

Mesmo com o Sagrada Esperança “preso” no seu meio campo, o Petro de Luanda não conseguia inaugurar o marcador, levando o empate até ao intervalo.

No reatamento, o Petro de Luanda esgotou as suas substituição, assim como o seu adversário, mas conseguiram traduzir uma das muitas oportunidades em golo. Job remata a entrada da área e Yano desvia para o único golo do encontro, aos 88 minutos.

Com este resultado, os petrolíferos somam quatro pontos na 10ª posição, numa prova liderada pela Académica do Lobito, com dez pontos.

Na próxima jornada o Petro de Luanda vai visitar o Ferroviário do Huambo, ao passo que o Sagrada Esperança recebe o Recreativo do Libolo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.