O guarda-redes do Benfica tem dupla nacionalidade, grega e alemã, e anunciou esta sexta-feira que optou por representar a seleção grega. A decisão de Odysseas Vlachodimos ocorreu depois do guardião dos 'encarnados' ficar a saber que não entrava nas contas do selecionador alemão, Joachim Low.

A decisão foi comunicada pelo jogador à Federação Grega de Futebol, que consequentemente informou a FIFA. Segundo avançou a imprensa grega, Vlachodimos enviou um documento no qual justificava a sua decisão e afirmava estar preparado para representar a Grécia.

O guarda-redes de 24 anos pode agora ser chamado pelo selecionador da Grécia, Michael Skibbe, já em novembro para os compromissos da equipa helénica na Liga das Nações.

Vlachodimos nasceu na Alemanha, mas é filho de pais gregos e por isso tem dupla nacionalidade. Depois de se formar no Estugarda, o guarda-redes passou três temporadas ao serviço do Panathinaikos, antes de se mudar para o Benfica.

Nas seleções, Vlachodimos passou por todos os escalões jovens da seleção germânica. No entanto, nunca chegou a representar a Alemanha pela equipa principal do país.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.