A equipa japonesa de futebol Vissel Kobe, na qual alinha o internacional espanhol Andrés Iniesta, bateu o recorde de lucros na Liga nipónica, graças a um aumento de patrocínios e venda de ingressos, foi hoje anunciado.

No ano fiscal de 2019, que terminou em 31 de março, o Vissel Kobe teve lucros de 11.400 milhões de ienes (cerca de 96 milhões de euros), tornando-se no primeiro clube da J-League a passar a barreira dos 10.000 milhões de ienes, de acordo com um estudo da Liga.

Os lucros de 2019 superaram os 9.660 milhões de ienes (cerca de 81 milhões de euros) que o Visel Kobe, que já era recordista de lucros, tinha conseguido em 2018.

O clube, que contratou Andrés Iniesta em maio de 2018 ao FC Barcelona, registou no ano fiscal de 2019 aumentos nos patrocínios e na venda ingressos, factos que a imprensa desportiva nipónica batizou como “efeito Iniesta”.

A J-League está suspensa devido à pandemia de covid-19 a nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, já provocou mais de 350 mil mortos e infetou mais de 5,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.