Atualmente Kylian Mbappé é uma das estrelas do Paris Saint-Germain. Aos 19 anos, o avançado francês tem um currículo de fazer inveja: campeão do mundo pela seleção francesa, campeão nacional pelo PSG, campeão da Taça da Liga Francesa e campeão europeu nos sub-19. No entanto, a história do jovem jogador podia ter sido diferente e Serge Daniel Boga, olheiro do Chelsea, explicou ao 'Goal' a razão.

Em 2012, o antigo olheiro do ingleses levou Mbappé ao centro de treinos do clube, mas o francês acabou por não ficar em Inglaterra. "O Chelsea foi o primeiro clube a dar-lhe uma oportunidade. Nós fizemos isso ainda antes do Real Madrid. Eu tinha um amigo que trabalhava para a Nike, Denis Chantron e, quando eu estava na França, nós encontramo-nos e ele disse-me: "Já ouviste falar de um rapaz chamado Mbappé? Ele joga no Bondy, um pequeno clube dos subúrbios de Paris", conta Boga.

"Eu disse que não tinha e ele respondeu: "Tens que vê-lo! Eu fui lá e observei-o. Liguei imediatamente ao clube e disse: "Este rapaz é realmente qualquer coisa".

"Eu levei o Mbappé e a família para o Chelsea. Ele era habilidoso, como é agora. Jogou contra o Charlton e venceu por 7-0. Depois de uma semana no Chelsea, fomos falar para o escritório. Nós dissemos-lhe: "Nós apreciamos o que vimos de ti, mas temos que convidá-lo de volta para outro teste e veremos melhor depois disso", continua o olheiro.

"Eu lembro-me do que a mãe dele me disse até hoje. Ela falava em francês para o Fraser e eu traduzia. Ela disse: 'Ouça, o meu menino não vai voltar. Se o querem, têm de levá-lo agora ou, daqui a cinco anos, voltarão para comprá-lo por 50 milhões de euros!", disse Serge, que na altura, explicou à mãe de Mbappé que não podia fazer isso.

"A mãe dele estava certa. Nem sequer foram 50 milhões, foram 180!", afirma Boga, que garante que o Chelsea "deveria ter assinado com Mbappé".

Depois de as negociações com o Chelsea falharem, Kylian Mbappé assinou pelo Monaco, onde jogou até à temporada passada. Em 2017/2018, jogou no Paris Saint-Germain por empréstimo e foi comprado pelo campeão francês por 180 milhões de euros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.