Em duelo de treinadores portugueses por 'terra de sua majestade', Marco Silva levou a melhor sobre Nuno Espírito Santo. O Everton, que contou com André Gomes durante os 90 minutos, começou a marcar graças a um erro de Rui Patrício aos 5 minutos. Os ‘Wolves’ ainda conseguiram empatar a partida por duas vezes, mas acabaram por sair derrotado por 3-2.

Já Bernardo Silva apenas precisou de 10 segundos para marcar o último golo da goleada do Manchester City por quatro bolas a zero frente ao Brighton. O internacional português saltou do banco aos 78 minutos e logo de seguida fez o quarto golo para a equipa de Guardiola. João Cancelo ficou no banco dos ‘citizens’.

O Leicester City bateu o Bournemouth por 3-1 numa partida que contou com Ricardo Pereira durante os 90 minutos. Também durante toda a partida alinhou Cédric Soares no empate do Southampton frente ao Manchester United.

Em Madrid, João Félix estreou-se a marcar em jogos oficiais. O português iniciou a remontada do Atlético de Madrid que aos 20 minutos já perdia por 2-0 contra o Eibar. Félix aos 27 minutos, Vitolo aos 52 e Thomas aos 90 marcaram os três golos que deram a vitória aos ‘colchoneros’ que coloca a equipa no topo da liga espanhola.

Gonçalo Guedes foi titular na primeira vitória do Valência na ‘La Liga’ esta época, vencendo o Maiorca por 2-0. O Bétis, depois de estar a perder, venceu por 2-1 o Leganes com William Carvalho em campo. Já o Levante de Rúben Vezo venceu o Valladolid por 2-0 enquanto que o Granada com Rúben Silva à baliza venceu por 0-3 o Espanhol.

O Sevilha, com o recém-chamado à seleção Daniel Carriço no 11 titular, marcou passo frente ao Celta de Vigo. A equipa treinada por Julien Lopetegui empatou a uma bola depois de duas vitórias na liga.

Finalmente, o Barcelona voltou a perder pontos. Depois de ter estado a perder e em vantagem, o Osasuna impôs aos catalães um empate a duas bolas, num jogo em que Nelson Semedo iniciou a partida pelos catalães, sendo substituído aos 46 minutos.

Em Itália, jogo de loucos em Turim. A Juventus esteve a ganhar por 3-0 ao Nápoles, com Cristiano Ronaldo a marcar o terceiro da ‘vecchia signora’. Mas aos 66 minutos e com assistência de Mário Rui, Kostas Manolas iniciou a onda de golos que em 16 minutos colocou as duas equipas empatadas a três.

Aos 90´. a sorte bafejou a equipa da casa, graças a uma infelicidade de Koulibaly que meteu a bola na própria baliza dando a vitória à ‘Juve’.

Já Paulo Fonseca continua sem ganhar na Serie A. No duelo frente à Lazio a equipa treinada pelo português não foi além de um empate a uma bola.

André Silva, que vai jogar pelo Eintracht Frankfurt, foi titular na vitória do AC Milan por 1-0 contra o Breccia, com Rafael Leão a ficar no banco. O Verona de Miguel Veloso bateu o Lecce por uma bola a zero enquanto que Bruno Alves e o Parma venceram por 1-3 frente à Udinese.

Em Berlim, Raphael Guerreiro voltou a jogo, no choque da jornada da ‘Bundesliga’. O Union Berlim somou os primeiros três pontos da sua história no principal escalão alemão ao vencer o Dortmund por 3-1.

Gonçalo Paciência esteve em destaque na vitória do Eintracht Frankfurt por 2-1 frente ao Dusseldorf. O português assistiu Bas Dost para o primeiro golo e marcou o segundo aos 86 minutos.

Em França, André Villas-Boas somou a segunda vitória consecutiva com o Marselha depois de vencer o St. Etienne por 1-0. Renato Sanches juntou-se a José Fonte e Tiago Djaló e estreou-se a titular pelo Lille, na derrota da equipa por 2-0 contra o Reims.

O Mónaco mantém-se sem vencer na ‘Ligue 1’. A equipa comandada por Leonardo Jardim empatou a duas bolas (com dois golos de Slimani) contra o Estrasburgo. O Bordéus comandado por Paulo Sousa empatou a uma bola frente ao Lyon de Anthony Lopes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.