A portuguesa Marta Cruz, que já integrava o Comité Jurídico da UEFA, foi hoje nomeada pela administração para o Comité de Recurso do organismo de cúpula do futebol europeu, no segundo dia de reunião do Comité Executivo.

A advogada, que chefia a direção jurídica da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), foi nomeada após uma proposta da administração da UEFA Ao lado de vários outros novos membros para o Comité de Recurso e para o Comité de Controlo, Ética e Disciplina.

Em comunicado, a UEFA explica que estes nomes foram escolhidos "com o objetivo de permitir uma maior diversidade na composição desses órgãos", sendo que Marta Cruz integrava o Comité Jurídico desde julho de 2019.

Em 2015, um trabalho sobre julgamentos com base na equidade por parte do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, valeu a Marta Cruz um prémio atribuído por aquela instituição e pelo Comité Olímpico de Portugal (COP), relativo a trabalhos sobre direito do desporto, área em que se especializou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.