Miguel Layún abriu o livro e explicou como a descoberta de um cancro mudou a sua vida. O ex-jogador do FC Porto nem ia fazer exames mas, no final, saiu da clínica com uma notícia aterradora: tinha cancro no rim.

"Foi uma coisa estranha, porque eu não tinha sintomas. De facto, as análises ao sangue não acusaram nada. Era um exame geral que eu queria fazer com a minha esposa, porque ela normalmente não é submetida a exames médicos. Estamos expostos a muitas doenças e pedi que ela fosse, mas ela não estava muito disposta. No final, o diagnosticado fui eu. Quando me deram a notícia foi um banho de água fria. No início falava-se de um quisto complexo, no entanto, uma semana depois disseram-me que se tratava de um tumor" lembrou o Layún, em declarações ao jornal espanhol 'Marca'.

A sorte do mexicano foi ter descoberto a doença na sua fase inicial, pelo que não foi preciso recorrer a quimioterapia.

"O tumor estava completamente encapsulado. Os médicos removeram-no e certificaram-se de que não tinha espalhado nada. Não houve a necessidade de fazer quimioterapia ou radioterapia porque foi detetado a tempo", recorda.

A doença mudou a forma como o jogador olha para a vida: voltou aos relvados em julho de 2019, dois meses após a cirurgia para retirar o tumor maligno e hoje é um homem mais solidário.

"Falei com os meus sócios da marca do café que temos no México [Café 19] e decidimos doar uma percentagem das vendas a alguma fundação, como a das mulheres com cancro de mama", contou o jogador, ele que está de volta à sua vida normalmente.

"Faço uma vida normal, a única coisa é apenas uma revisão periódica para estar atento de que não há revés com a evolução favorável da doença. Anda tudo sobre rodas", sublinhou o ex-FC Porto, lembrando que este tipo de doenças pode afetar qualquer pessoa.

"Às vezes os futebolistas são vistos de uma maneira diferente e isto lembra as pessoas de que somos seres humanos, independentemente do nosso status, situação ou qualquer outra coisa. É importante dedicarmo-nos o suficiente para evitar estas coisas", terminou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.