Ricky van Wolfswinkel, que passou pelo Sporting entre 2011 e 2013, admitiu que "foi assustador” passar seis meses a recuperar de um aneurisma cerebral. O jogador holandês, recorde-se, foi diagnosticado na sequência de uma contusão sofrida a 7 de agosto, num jogo da Liga Europa frente ao LASK Linz. Foi operado, ficou seis meses em recuperação e voltou a jogar em fevereiro.

"Foi assustador. Não estamos à espera de algo assim. Normalmente, com lesões, sabemos o prazo e trabalhamos duro todos os dias para progredir", admitiu Wolfswinkel em entrevista à BBC.

"Não pude jogar durante seis meses. Não pude treinar, não pude fazer nada. No primeiro dia [fora do hospital], comprei flores para minha esposa para lhe pedir desculpas pelos próximos meses, porque sabia que ficaria mal-humorado", disse o jogador do Basileia.

Ainda assim, o jogador sublinha que há coisas piores na vida: "Houve jogos que comecei a ver e, depois de 20 minutos, dizia à minha esposa 'vou embora, não consigo ver'. Depois veio a paragem por causa da pandemia e eu dizia a mim mesmo que há coisas piores na vida. As pessoas estavam a morrer por causa do coronavírus, então por que havia de reclamar se tivesse uma recuperação mais longa do meu aneurisma?"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.