O antigo presidente da federação de futebol do Equador Luís Chiriboga foi irradiado pela FIFA, por ter recebido subornos relacionados com a Copa América e a Copa Libertadores, anunciou hoje o organismo.

Segundo a FIFA, Chiriboga foi também condenado ao pagamento de uma multa de um milhão de francos suíços (cerca de 886 mil euros).

O responsável tinha sido inicialmente acusado pelo Departamento de Justiça norte-americano, em 2015, e foi mais tarde condenado a 10 anos em prisão domiciliária no Equador, por lavagem de dinheiro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.