A comitiva da seleção norte-americana de futebol feminino chegou ontem aos Estados Unidos depois da revalidação do título mundial em França frente à Holanda.

Depois de uma longa viagem de regresso a Nova Iorque, as tetra campeãs mundiais tinham à sua espera vários adeptos para uma homenagem expontânea no aeroporto de La Guardia.

A liderar a comitiva das vencedoras do Campeonato do Mundo feminino de futebol esteve Megan Rapinoe. A capitã da seleção dos Estados Unidos foi uma das jogadoras mais aclamadas pelo público, mesmo depois das polémicas com o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

"Oh meu Deus. É maravilhoso estar de regresso a casa. Quero agradecer a hospitalidade dos franceses, mas é sempre uma emoção estar de regresso à América", começou por dizer Megan Rapinoe.

Estados Unidos revalidam título mundial de futebol feminino
Estados Unidos revalidam título mundial de futebol feminino
Ver artigo

"Ganhámos tudo e acho que de uma forma divertida. Dissemos publicamente, eu disse publicamente, que a maioria da equipa, senão toda a equipa - acho que toda a equipa está comigo - não quer ir à Casa Branca", disse depois a capitã da equipa norte-americana.

Já Alex Morgan mostrou-se surpreendida com a receção à equipa de futebol feminino dos Estados Unidos.

"Estou tão excitada por partilhar esta experiência com as minhas companheiras, especialmente aquelas que ainda não tinham tido a oportunidade de passar por uma experiência como esta. É algo extraordinário ter toda uma nação a apoiar-nos. Sentimos que estivemos numa espécie de bolha, isoladas de tudo em França. Por isso agora é um sentimento óptimo ter a noção da magnitude do impacto do que alcançámos", disse a jogadora norte-americana.

"Não quero falar necessariamente por toda a equipa. Obviamente que cada uma de nós tem as suas opiniões, mas acredito que elas sejam eventualmente coincidentes. Eu já disse o que pensava. Não me sinto bem-vinda na Casa Branca e não creio que eu, individualmente, vá", atirou depois Alex Morgan.

Recorde-se que a comitiva tetracampeã mundial não vai ser recebida na Casa Branca, ao contrário do que estava agendado, mas que na próxima quarta-feira, as jogadoras e equipa técnica dos Estados Unidos da América vão ser homenageadas com um grande desfile em Nova Iorque.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.