O selecionador de futebol feminino, Francisco Neto, defendeu hoje que “só uma equipa ao mais alto nível” poderá travar na terça-feira a Inglaterra, em jogo particular no Estádio do Bonfim, em Setúbal.

“É jogar com solidariedade e concentração, sempre muito unidas e disponíveis para as dificuldades. Temos que ser um bloco coeso tanto a atacar como a defender. Temos de estar ao mais alto nível”, disse , em declarações ao site da federação portuguesa.

No arranque da qualificação para o Euro2021, Portugal foi vencer à Albânia, na sexta-feira, em Elbasan, num grupo E que inclui ainda Finlândia, Escócia e Chipre: as lusas procuram a segunda presença na fase final da maior prova continental, depois de terem feito história com inédita presença em 2017, na Holanda.

A Inglaterra ficou em quarto lugar no Mundial deste verão: “É muito forte. É uma equipa que tem lutado sempre pelos títulos nas competições internacionais. Fez um Campeonato do Mundo brilhante. Mostrou ser uma seleção altamente competitiva.”

"As jogadoras britânicas estão nas melhores equipas e campeonatos da Europa. Vão chegar aqui na máxima força. Será um jogo muito difícil para nós, mas era o que desejávamos quando aceitámos o convite para defrontar a Inglaterra. Gostamos de desafios de máxima exigência", assumiu.

As portuguesas nunca venceram estas rivais nas oito vezes em que se defrontaram, tendo dois empates como melhor registo: 2-2 em 2000, em desafio particular, e 1-1 no ano seguinte, na qualificação para o Mundial de 2003.

Francisco Neto admitiu alterações face ao 'onze' apresentado frente à Albânia, preparando-se para escalar “as que estiverem mais preparadas para o padrão de problemas que a Inglaterra irá colocar".

Desejou casa cheia no Bonfim - “em novembro, a Inglaterra vai defrontar a Alemanha no Wembley e já vendeu 60 mil bilhetes” – e garante que o apoio dos portugueses será fundamental rumo ao apuramento.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.