Na zona mista do estádio do Algarve, Gonçalo Paciência estava naturalmente satisfeito depois da estreia a marcar por Portugal.

"Quando marquei o golo, senti tudo aquilo que passei. Marquei o meu primeiro golo ao serviço da seleção, é especial e nunca me vou esquecer. Mas tenho que ser ambicioso e quero mais."

Dupla inédita com Ronaldo?

"Senti-me bem, um jogador de uma dimensão estratosférica. É especial ter uma pessoa como o Ronaldo ao lado. Se fosse o treinador repetia? Não sou o treinador. Primeiro está a seleção e depois vem seja quem for", finalizou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.