A Seleção portuguesa defronta, esta sexta-feira, o Luxemburgo, no Estádio José Alvalade, a contar para a qualificação para o Euro 2020. Na antevisão à partida, Fernando Santos apontou os principais perigos do próximo adversário, e desvalorizou a ausência de William Carvalho, devido a lesão.

Mensagem para os adeptos: "Como sempre, é um orgulho para nós poder contar com estádio cheio e sentir adeptos que estão sempre connosco. Efetivamente é muito importante o apoio do 12.º jogador."

Ausência de William Carvalho: "Interessa os que estão disponíveis para o jogo. Seguramente que estes jogadores vão dar uma resposta à altura. Confio plenamente nos que cá estão e no André que ainda vai chegar (...) Não vai mudar nada, porque não estará ele, mas estará outro. O conceito e o modelo de jogo não vão mudar."

Luxemburgo: "Há dias, lancei o desafio para verem Luxemburgo. Pelos resultados, permite-se essa análise [adversário fácil], mas não pelos jogos que fazem. Quando perdeu por 2-1, depois dos 90 minutos, graças a um autogolo quando podia ter ganho... Acho que foi um resultado injusto e com muita felicidade da Ucrânia, o que mostra o valor da equipa luxemburguesa. Os meus jogadores visualizaram um outro jogo, o Ucrânia-Luxemburgo, cujo resultado foi 1-0, uma derrota após um golo anulado. O Luxemburgo consegue defender bem, é uma equipa organizada e sai em posse. Não tem nada a ver com equipas que chutam para a frente, sem receio de abordar o jogo, de frente, e que criou, por exemplo, contra a Sérvia (derrota por 3-1) jogadas com duas bolas no poste. Constrói situações de golo, fruto do trabalho de um selecionador que está na equipa há nove anos. E até a aposta na formação tem dado bons resultados. Agora, claro que Portugal é melhor e tem obrigação de vencer este jogo."

Regresso de Pepe: "Nas vezes em que Pepe não esteve, Portugal ganhou. O que disse depois do jogo frente à Lituânia é que estávamos a sofrer muitos golos de bola parada, mas também não se podem esquecer que o tempo para estudar estes lances não é muito. O jogo da Sérvia foi brilhante, o que falhou foi a primeira parte contra a Lituânia e isso pode servir de exemplo para os jogos seguintes."

Os campeões europeus recebem o Luxemburgo, num jogo com início marcado para as 19h45, e deslocam-se a Kiev na segunda-feira, para defrontar a Ucrânia, que lidera o grupo B.

Em caso de vitória nos dois jogos, e se a Sérvia não vencer na Lituânia, também no dia 14, Portugal garante logo um lugar na fase final do próximo Europeu e mantém-se na luta pelo primeiro lugar do grupo com os ucranianos.

A Ucrânia lidera o grupo com 13 pontos, seguida de Portugal, que tem oito, mas menos um jogo. A Sérvia é terceira, com sete, à frente do Luxemburgo, que tem quatro, e da Lituânia, com um.

O Portugal-Luxemburgo vai ter arbitragem do polaco Daniel Stefanski.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.