A Itália assegurou hoje a qualificação para o Euro2020 de futebol, ao obter a sétima vitória em sete jogos, na receção à Grécia, ao contrário da Espanha, que cedeu o primeiro empate na Noruega.

Depois de uma primeira parte muito disputada, mas com poucas ocasiões de golo, a Itália chegou ao golo através de Jorginho, o ítalo-brasileiro que atua no Chelsea, que marcou com sucesso uma grande penalidade, aos 63 minutos.

Bernardeschi, companheiro de Cristiano Ronaldo na Juventus, fixou o resultado em 2-0, 15 minutos depois, selando a 10.ª presença em fases finais de campeonatos da Europa, a sétima consecutiva, quando ainda faltam jogar três jogos na qualificação.

Os comandados de Roberto Mancini já asseguraram a vitória no Grupo J, ao somarem 21 pontos, mais nove do que a Finlândia, que foi derrotada nos dois jogos diante da ‘squadra azzurra’, por 2-0 e 1-2.

A Itália juntou-se à Bélgica na lista de seleções já apuradas para a fase final, sendo a primeira das 12 anfitriãs a consegui-lo, depois de ter falhado o Mundial2018, e garantindo que vai estar presente no jogo inaugural do Euro2020, a disputar em Roma – que recebe o Grupo A, juntamente com Baku.

Ainda na ‘corrida’ pelo apuramento neste agrupamento estão a Finlândia, que hoje foi goleada na Bósnia-Herzegovina, por 4-1, assim como os bósnios e os arménios, que não foram além de um empate 1-1 no terreno dos lanterna-vermelha Liechtenstein. A Grécia ocupa o quinto posto, com cinco.

Já a Espanha perdeu os primeiros pontos na fase de qualificação, ao ceder um empate 1-1 na Noruega, já no período de descontos, mantendo-se, mesmo assim, numa posição favorável para estar presente pela 11.ª vez numa fase final, a sétima consecutiva.

A tricampeã da Europa chegou à vantagem por Saúl Ñíguez, aos 47 minutos, num encontro que consagrou o defesa Sérgio Ramos como o mais internacional de sempre por Espanha, com 168 jogos pela ‘roja’, ultrapassando o guarda-redes do FC Porto Iker Casillas.

A Noruega empatou por Joshua King, 90+4 minutos, na conversão de uma grande penalidade, que castigou uma falta cometida pelo guarda-redes Kepa.

A goleada da Suécia em Malta, por 4-0, com dois golos de grande penalidade de Sebastian Larsson, e o triunfo da Roménia nas Ilhas Faroé, por 3-0, adiou as definições no Grupo F.

A Espanha soma 19 pontos, contra 14 da Suécia, 13 da Roménia e 10 da Noruega.

Nos outros jogos do dia, a Dinamarca recebeu e venceu a Suíça por 1-0, beneficiando do empate 0-0 da República da Irlanda na Geórgia para alcançar a formação irlandesa no topo do Grupo D. A Suíça tem oito pontos (mas menos um jogo do que as líderes, que somam 12), a Geórgia conta com cinco pontos e Gibraltar ainda não tem nenhum ponto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.