O futebolista português Cristiano Ronaldo colocou-se hoje a escassos cinco golos dos 100 pela principal seleção lusa, ao 162.º jogo, mas não evitou o desaire na Ucrânia (1-2), na corrida ao Euro2020.

O jogador da Juventus faturou aos 72 minutos, na transformação de uma grande penalidade, mas, anteriormente, os ucranianos tinham faturado em duas ocasiões, por Roman Yaremchuk, aos seis, e Andriy Yarmolenko, aos 27.

O ‘capitão’ luso teve outras hipóteses para marcar, mas foi contrariado por Pyatov, sofrendo, assim, o seu primeiro desaire em qualificação desde 12 de outubro de 2012 (0-1 na Rússia), pois esteve ausente nos dois seguintes.

Ainda assim, acumulou mais um tento para a sua contabilidade, que já vai em 95 na principal formação das ‘quinas’, agora a apenas 14 do recordista em seleções ‘AA’, o iraniano Ali Daei, que totalizou 109.

O jogador de 34 anos faturou nos quatro jogos de 2019/20: um no 4-2 na Sérvia, quatro no 5-1 na Lituânia, um no 3-0 ao Luxemburgo e, hoje, mais um no desaire por 2-1 na Ucrânia, sendo que, desde 2016/17, soma 34 golos, em 29 encontros.

Com o tento em Kiev, Ronaldo reforçou também o estatuto de melhor marcador de seleções europeias e em jogos do Europeu (36), liderando também em qualificação (27).

Em fases finais, o português, único que já marcou em quatro edições (dois em 2004, um em 2008, três em 2012 e três em 2016), está igualado com o francês Michel Platini (nove, só em 1984). Só precisa de chegar ao Euro2020 e depois de marcar um golo.

Quanto à carreira, e desde que se tornou profissional em 2002/03, Ronaldo soma 706 golos: 451 pelo Real Madrid, 118 pelo Manchester United, 95 pela seleção ‘AA’, 32 pela Juventus, cinco pelo Sporting, dois pela seleção ‘sub-21’, outros tantos pela olímpica e um pelos sub-20.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.