O Bayern de Munique, sem o internacional português Renato Sanches entre as opções, venceu hoje por 3-2 o Hertha, após prolongamento, e apurou-se para os quartos de final da Taça da Alemanha de futebol.

Em Berlim, a formação da casa abriu o marcador logo aos três minutos, por Maximilian Mittelstadt, mas os bávaros, finalistas vencidos na época passada, empataram praticamente de seguida, aos sete, através de Serge Gnabry, que iria 'bisar' e operar a reviravolta, aos 49.

Contudo, David Selke repôs a igualdade para o Hertha, aos 67 minutos, num resultado que se manteve até final e que obrigou à disputa do prolongamento, durante o qual sobressaiu o francês Kingsley Coman, que deu o triunfo e qualificação ao Bayern, aos 98.

Mais tranquila foi a passagem do Schalke 04, que goleou por 4-1 o Fortuna Düsseldorf, tendo se adiantado na primeira parte, através do jovem Ahmed Kutucu, de 18 anos, aos 30 minutos.

No segundo tempo, o senegalês Salif Sané, aos 48 e 87 minutos, e Mark Uth, aos 53, dilataram a vantagem dos ‘mineiros’, sendo que, pelo meio, Rouwen Hennings fez o tento de honra dos visitantes, aos 71.

Já o Leipzig, com o extremo luso Bruma a não sair do banco de suplentes, também se apurou para os ‘quartos’, ao vencer por 1-0 na receção ao Wolfsburgo, graças ao golo do brasileiro Matheus Cunha, aos nove minutos.

O Augsburgo, 15. º colocado do campeonato alemão, sofreu para eliminar o Holstein Kiel (1-0), da II Liga, valendo-lhe o golo do austríaco Michael Gregoritsch, aos 85 minutos.

Na terça-feira, o líder da ‘Bundesliga’, Borussia Dortmund, foi afastado pelo Werder Bremen, no desempate por grandes penalidades, o Heidenheim e o Hamburgo eliminaram os primodivisionários Bayer Leverkusen e Nuremberga, respetivamente, e o Paderborn superou Duisburgo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.