O Flamengo informou esta segunda-feira que o jovem Reinier não se vai juntar à seleção brasileira sub-17, numa concentração que aconteceria durante o dia de hoje.

O emblema carioca anunciou que, por decisão do departamento de futebol, o jogador vai permanecer com a equipa em Curitiba. O caso já foi entregue, aliás, ao departamento jurídico do clube até porque a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), em princípio, não pretende abrir mão do atleta.

Reinier deveria apresentar-se esta segunda-feira na concentração da seleção Sub-17, que disputa o Mundial da categoria no Brasil ainda este mês. O Flamengo, desde que foram divulgados os convocados, manteve conversar com a CBF na tentativa de conseguir a libertação de forma amigável. O clube conseguiu adiar a apresentação - o jovem até já se tinha apresentado na seleção na semana passada para fazer exames médicos - mas a equipa técnica da seleção Sub-17 não aceita perder o atleta para a competição.

Depois de perder Rodrigo Caio e Gabriel Barbosa para os particulares do Brasil, em Singapura, frente a Senegal e Nigéria, o Flamengo estava relutante em abdicar do jovem de 17 anos. A imprensa brasileira adianta que o Mengão vai tentar segurar Reinier até ao dia 20, a tempo deste participar no clássico Fla-Flu, e tentará adiar a libertação do jovem junto do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para poder escalar sem riscos o atleta.

O veto do clube carioca só é possível porque as competições de escalões mais jovens (Sub-23, Sub-20 e Sub-17) não fazem parte do calendário de datas FIFA. A CBF vai levar uma proposta para a próxima reunião do Conselho da FIFA para reverter esta situação, o que tornaria obrigatória a libertação dos jogadores.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.