De acordo com a revista 'Veja', a polícia brasileira descobriu alegadamente um relatório com registos de depósitos feitos pela facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) a favor do antigo internacional Cafu.

Em causa está a suspeita de que a organização criminosa terá comprado um terreno ou um imóvel que pertencia a Cafú, na cidade de Barueri, São Paulo.

Entretanto, o antigo jogador, capitão da seleção brasileira no Mundial 2002, que conquistou o pentacampeonato, negou qualquer irregularidade.

"Nada disso procede, até porque eu não tenho nem terreno em Alphaville", afirmou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.