Londres2012

29-07-2012 18:30

Velocista excluída por tomar uma substância proibida

Este é o terceiro atleta exlcuído por doping em dois dias de Jogos Olímpicos.
Velocista excluída por tomar uma substância proibida

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A atleta Tameka Williams foi afastada dos Jogos Olímpicos pelo Comité Olímpico de Saint Kitts and Nevis por tomar uma substância proibida, confirmaram este domingo responsáveis da delegação.

«O Comité Olímpico de Saint Kitts and Nevis (SKNOC) desclassificou, de forma efetiva, a velocista Tameka Williams da sua equipa olímpica este sábado», refere num comunicado aquela federação.

Williams, de 22 anos, abandonou Londres no sábado, depois de «voluntariamente» ter informado os responsáveis desportivos da delegação caribenha que estava a usar uma substância que o SKNOC considera «estar dentro das normas do código de dopagem».

«Todas as instâncias foram notificadas. O caso será concluído depois de mais investigação», conclui o comunicado.

Este é o segundo caso de doping no segundo dia dos Jogos Olímpicos de Londres, já que também hoje a ginasta Luiza Galiulina, do Uzbequistão, foi suspensa provisoriamente depois de ter acusado um diurético num controlo antidoping.

Galiulina, de 20 anos, submeteu-se a um controlo a 25 de julho, numa análise que acusou a substância furosemida.

O Comité Olímpico Internacional (COI) esclareceu que será tomada uma decisão definitiva pela comissão disciplinar assim que for conhecido o resultado da contra-análise.

Os diuréticos, interditos pelo seu efeito “mascarante”, costumam ser usados na ginástica para ajudar a perder peso.

No sábado, o halterofilista albanês Hysen Pulaku, que acusou o esteroide stanozolol num controlo realizado a 23 de julho, também foi excluído de Londres2012.