Taça Confederações

19-06-2017 10:40

Portugal procura primeira vitória frente à anfitriã Rússia

Jogo está marcado para esta quarta-feira
Jogadores portugueses celebram um golo em Riga, Letónia
Foto: Ilmars ZNOTINS / AFP

ortugal procura primeira vitória frente à anfitriã Rússia

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A seleção portuguesa de futebol vai na quarta-feira tentar somar a primeira vitória na Taça das Confederações de futebol, perante a anfitriã Rússia, que pode já em Moscovo garantir o acesso às meias-finais.

Na segunda jornada do Grupo A, Portugal vai ter pela frente um rival que nunca conseguiu vencer fora, em quatro tentativas, e também não marcou qualquer golo, sendo que o melhor que conseguiu foi um empate a zero, em 2005, na fase de qualificação para o Mundial2006.

Depois do empate na estreia com o México (2-2), um triunfo sobre a Rússia na Arena Otkrytie deixará a seleção nacional em posição privilegiada para chegar às ‘meias’, visto que o adversário da terceira e última ronda vai ser a Nova Zelândia, teoricamente a equipa mais frágil do torneio.

Novo empate mantém Portugal com possibilidades de apuramento, assim como a derrota, embora neste caso a seleção lusa fique dependente de terceiros.

Por seu lado, os russos, que bateram a Nova Zelândia na primeira jornada, por 2-0, podem já assegurar a passagem à próxima fase, caso vençam a formação das ‘quinas’, resultado que também pode valer o primeiro lugar do agrupamento, se neozelandeses e mexicanos empatarem em Sochi.

Com apenas dois dias de descanso, é esperado que o selecionador Fernando Santos efetue algumas alterações no ‘onze’ titular, sobretudo no setor do meio campo e também ofensivo.

Cristiano Ronaldo poderá voltar a fazer dupla com André Silva na frente, enquanto Adrien e Bernardo Silva podem também aparecer nas escolhas do técnico de 62 anos, que vai ser praticamente obrigado a refrescar a equipa, devido ao pouco tempo de recuperação.

Do outro lado, Portugal deverá encontrar ‘velhos conhecidos’, como o guarda-redes Akinfeev (31 anos), o lateral Zhirkov (33), o médio Samedov (32) e o avançado Bukharov (32), que continuam a fazer parte da formação russa, enquanto entre os mais novos os médios Golovin (CSKA Moscovo) e Miranchuk (Lokomotiv Moscovo), ambos com 21 anos, são os rostos da nova geração.

A Taça das Confederações, que serve de ensaio para o Campeonato do Mundo do próximo ano, que vai decorrer igualmente na Rússia, termina a 02 de julho.

Conteúdo publicado por Sportinforma