FC Porto

12-06-2017 21:02

McCarthy: "Falar com Ricardo Carvalho no treino era como falar com uma criança de 10 anos"

Ex-jogador do FC Porto fez revelações sobre internacional português do Shanghai SIPG.
Ricardo Carvalho com Vítor Baía, Deco, Benny Mccarthy e Maciel durante um treino de preparação para a final da Liga dos Campeões com o Mónaco
Foto: João Abreu Miranda

Ricardo Carvalho com Vítor Baía, Deco, Benny Mccarthy e Maciel durante um treino de preparação para a final da Liga dos Campeões com o Mónaco

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O antigo avançado sul-africano do FC Porto, Benny McCarthy, recordou alguns momento caricatos na sua passagem por Portugal, e fez revelações curiosas sobre um antigo companheiro de equipa no Dragão durante uma entrevista ao podcast do jornalista Graham Hunter.

Ora, de acordo com Benny McCarthy Ricardo Carvalho era o pior companheiro de treino que conheceu, mas por razões de comunicação e concentração. Segundo o antigo internacional sul-africano, a carreira do defesa central português que joga atualmente nos chineses do Shanghai SIPG foi salva por José Mourinho, e explica porquê.

"A carreira do Ricardo foi salva porque teve um treinador como o Mourinho, que o compreendia e percebia como trabalhar com cada jogador. Por isso é que o quis contratar em todos os clubes em que esteve. Mourinho sabia que, com outro treinador, o Ricardo Carvalho se deixaria ir abaixo", começou por dizer McCarthy.

"Foi o pior jogador com quem treinei desde segunda a sexta-feira. Falar com ele num treino era como falar com uma criança de 10 anos, quando a mente deles está sabe-se lá onde. Ele simplesmente não estava lá e não fazia o que devia. Mas depois chegávamos ao sábado ou domingo e quem era o homem do jogo? Ricardo Carvalho. Sinceramente eu nunca percebi como é que ele era capaz. Às vezes parecia que precisava de levar um abanão no cérebro para aquilo funcionar. Nunca vi ninguém como ele!", acrescentou Benny McCarthy.

Conteúdo publicado por Sportinforma