Arbitragem

21-04-2017 14:14

Nuno: "O que me preocupa é a dualidade de critérios"

Yacine Brahimi foi castigado por dois jogos depois de ter sido expulso no encontro entre o Braga e o FC Porto, após indicação do quarto árbitro do encontro.
Brahimi e Vukcevic em discussão
Foto: ESTELA SILVA / LUSA

Brahimi e Vukcevic em discussão

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Ao contrário do discurso que apresenta habitualmente, Nuno Espírito Santo abordou contundentemente o tema das arbitragens, falando em "dualidade de critérios”, isto quando foi confrontado com o castigo de dois jogos imposto ao argelino Brahimi, depois de o extremo ter sido expulso no encontro entre o Braga e o FC Porto, após indicação do quarto árbitro do encontro.

"O que me preocupa como técnico são as inúmeras faltas do nosso adversário e a dualidade de critérios. Nós sentimos que não foi justo. Vamos debruçar-nos nisso e esperar que tudo seja normal. A única coisa que peço, e peço-o de forma muito direta, é que sejam justos", referiu o treinador do FC Porto, em conferência de imprensa antes da receção ao Feirense.

"Os jogadores do FC Porto têm sido vítimas constantes de faltas graves, que não estão a ser punidas, que nos condicionam. Queremos que o nosso foco seja apenas e só no jogo, apenas no terreno de jogo, mas é difícil explicar. É preciso que seja feita justiça rapidamente", rematou.

O encontro entre o FC Porto e o Feirense está agendado para as 20h15 deste domingo, referente à 30.ª jornada do campeonato português. Os Dragões têm menos três pontos do que o líder Benfica.

Conteúdo publicado por Sportinforma