Moçambique

19-11-2012 17:50

Lágrimas no adeus do Desportivo ao Moçambola

Zainadine Júnior não se conteve e desatou e chorou no final da derrota diante do Costa do Sol por 1-2.
Lágrimas no adeus do Desportivo ao Moçambola

Por Alfredo Lituri sapodesporto@sapo.pt

O Moçambola 2012 chegou ao fim na tarde deste domingo. E na hora do adeus um momento ficará marcado nos anais da maior competição futebolística do país: em 91 anos de história o Desportivo Maputo foi despromovido para o segundo escalão do futebol nacional.

O facto já estava consumado há uma semana, mas nem por isso os adeptos membros da claque Raça “Alvinegra” deixaram de marcar presença, em grande número, ao campo do 1º de Maio para testemunharem in-loco o último jogo no Moçambola.

O encontro não correu de feição para o Desportivo que acabou perdendo por 1-2 diante do Costa do Sol. Nota positiva para a reação da Raça “Alvinegra” que não deixou de entoar os seus habituais cânticos e aplaudir a exibição dos jogadores do Desportivo e respetiva equipa técnica, num claro reconhecimento de que a equipa entregou-se e lutou até onde as forças puderam para evitar este descalabro.

Mas apesar desse ambiente calmo, as lágrimas eram visíveis nos rostos dos adeptos do Desportivo e não só. Quem não aguentou com a situação foi o defesa internacional e capitão dos “alvinegros,” Zainadine Júnior, que desatou aos choros.

Abordado pela comunicação social, Zainadine Júnior justificou aquele ato nos seguintes termos: «É um momento triste para mim, é difícil saber que a minha equipa de coração está a descer, estou sem palavras».

Referir que o país inteiro continua a lamentar a queda do Desportivo Maputo para o Campeonato da Cidade e os adeptos do futebol esperam que o regresso ao Moçambola se registe já em 2014.