Inglaterra

17-03-2017 14:27

Keane ´arrasa` Mourinho: "Estou pelos cabelos. Porque é que temos de ouvir este lixo!?

O adjunto na seleção da República da Irlanda reagia a uma pergunta do canal ITV Sport onde é comentador, sobre as palavras de Mourinho sobre o calendário.
Roy Keane, antigo jogador do Manchester United
Foto: Ian MacNicol / AFP

Roy Keane, antigo jogador do Manchester United

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Roy Keane desferiu um duro ataque contra José Mourinho, depois de o treinador do Manchester United queixar-se do calendário do seu clube em Inglaterra. O antigo capitão dos ´red devils` diz não perceber as palavras do português.

"Nunca ouvi tantos disparates em toda a minha vida - por que é que temos de ouvir este lixo!? O que ele está a dizer é um completo absurdo. Ele é o treinador do Manchester United, um dos maiores clubes do planeta, tem o plantel que tem, os jogadores que tem, e queixa-se constantemente da calendarização de jogos e da fadiga", notou Keane.

O adjunto na seleção da República da Irlanda reagia a uma pergunta do canal ITV Sport onde é comentador, sobre as palavras de Mourinho sobre o calendário.

"Fizemos 11 jogos nas últimas seis semanas e vai ser ainda pior, o que facilitará o trabalho aos adversários. Penso que eles [federação inglesa] se estão a marimbar para as equipas inglesas que estão a jogar nas competições europeias", acusou o técnico dos ´red devils`. Palavras que levaram Keane a sublinhar que, se calhar, Mourinho não tem ´mãos` para um clube como o Manchester United.

"Estive a analisar alguns dos jogos que eles fizeram nas taças. Eles tiveram um caminho fácil, com bons sorteios. O que o homem está a dizer não faz qualquer sentido. Nunca ouvi semelhante disparate em toda a minha vida. Talvez o clube seja demasiado grande para ele... não consegue lidar com estas exigências do jogo - mas que jogos? Competições de taça? As reservas do United teriam vencido o jogo desta noite. Estou pelos cabelos com ele", reforçou o antigo médio do Manchester United.

A ´guerra` entre Keane e Mourinho vem desde o tempo que que o Special One era treinador do Chelsea e Keane era adjunto de Paul Lambert no Aston Villa. A 20 de setembro de 2014, os dois clubes defrontaram e Mourinho resolveu cumprimentar os dois antes de o jogo terminar, numa altura em que o Chelsea vencia por 3-0. Roy Kean e Lambert deixaram o português de mão estendida já que entenderam que era uma tremenda falta de respeito o gesto de cumprimentar antes de o jogo acabar.

*Artigo corigido e atualizado

Conteúdo publicado por Sportinforma