José Mourinho

22-09-2012 12:09

«Só há um Drogba, na história da liga inglesa e do Chelsea»

Treinador português antecipa dificuldades para o Chelsea com a saída de Drogba para a China.
«Só há um Drogba, na história da liga inglesa e do Chelsea»

Por Sapo Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Real Madrid, o português José Mourinho, antecipou dificuldades ao Chelsea, seu antigo clube, com a saída do avançado costa-marfinense Didier Drogba, que abandonou o clube londrino para representar o Shanghai Shenhua, da liga chinesa de futebol.

Depois de ter sido um dos principais obreiros do título europeu conquistado pelos “Blues” na época passada, Drogba, de 34 anos, trocou Inglaterra pela China, uma mudança que para Mourinho, em entrevista ao canal inglês Sky Sports, «faz toda a diferença» para o Chelsea.

«Drogba representa momentos decisivos. Num jogo decisivo, numa final, ele está lá. Quando a equipa está a perder em casa, ele está lá. O Chelsea perdeu Drogba e isso vai representar menos pontos», avaliou o treinador que foi buscar o avançado ao Marselha, em 2004, quando trocou o FC Porto pelo Chelsea.

Para o treinador do Real Madrid, que repetiu desejar voltar a Inglaterra quando terminar a passagem pelos espanhóis, «não é possível substituir Drogba», mesmo «quando se contrata jogadores de topo e se investe como o Chelsea».

«Só há um Drogba, na história da liga inglesa e do Chelsea», insistiu Mourinho, voltando a falar do eventual regresso a Inglaterra quando terminar a missão no Real Madrid.

José Mourinho admite que Inglaterra continua a ser «um desejo muito claro» na sua cabeça, independentemente do clube que possa vir a a orientar: «sou ‘blue’ (azul), mas um azul londrino, porque sou profissional».